Inscrições para cursos do MedioTec na rede estadual terminam hoje

Terminam nesta quinta-feira (20) as inscrições para 2.224 vagas  ofertadas ofertas pela Secretaria da Educação do Estado em 31 cursos da nova modalidade de Educação Profissional e Tecnológica: o MedioTec. Esta oferta é dirigida aos estudantes matriculados no 2º ano ou 3º ano do Ensino Médio, que poderão fazer o curso técnico no turno oposto aos quais fazem o ensino regular. As vagas são para 51 municípios e as inscrições, nos diferentes eixos tecnológicos, ocorrerem, exclusivamente, pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

O programa é uma ação do Ministério da Educação, no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O objetivo é proporcionar aos estudantes uma formação profissional e ampliar as chances de inserção no mundo do trabalho, seja com o emprego formal ou por meio do empreendedorismo. Entre os cursos ofertados estão os técnicos em: Agronegócios, Agroecologia, Agroindústria, Administração, Aquicultura, Hospedagem, Guia de Turismo, Teatro, Canto, Dança, Eventos, Cenografia, Instrumento Musical, Agenciamento de Viagem, Pesca, Recursos Pesqueiros, Controle Ambiental, Cozinha, Zootecnia, Computadores, Telecomunicações, Redes de Computadores, Informática, Artesanato, Museologia, Controle Ambiental, Qualidade, Automação Industrial, Produção de Áudio e Vídeo.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio, destaca que o MedioTec “é uma oportunidade para os alunos que, inicialmente, não optaram pela Educação Profissional, terem uma nova chance após um período de amadurecimento. A oferta possibilita que o aluno tenha uma formação do Ensino Médio aliada ao ensino técnico, abrindo mais perspectivas para o mundo do trabalho”, explica.

Inscrições – O processo seletivo inclui sorteio eletrônico, que ocorre no dia 24 de julho, no qual concorrerão todos os inscritos. Para alguns cursos do eixo tecnológico Produção Cultural e Designer, os primeiros classificados no sorteio eletrônico para o número de vagas ofertadas irão fazer um teste de habilidades específicas, no período de 26/7 a 2/08. No mesmo período está programada a matrícula e entrevistas (quando houver) para todos os cursos. Para tanto, os classificados devem se dirigir aos Centros de Educação Profissional e unidades compartilhadas para os quais se inscreveram. É preciso levar o original do Histórico Escolar ou atestado escolar atualizado; originais e cópias da Cédula de Identidade, do CPF e do comprovante de residência.

19905112_1393956813987111_567774159541175294_n

Secretaria da Educação realiza matrícula para o Programa Todos pela Alfabetização

A Secretaria da Educação do Estado está realizando a matrícula para os estudantes da 10ª etapa do Programa Todos pela Al­fa­be­ti­zação (TOPA). O Topa é voltado para a alfabetização de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos. Os interessados devem se dirigir aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) ou às secretarias municipais de Educação dos 112 municípios que aderiram à 10ª etapa do programa. Para se matricular, basta levar o RG ou CPF. A matrícula segue até o dia 30 de julho. Estão sendo ofertadas 15 mil vagas. As aulas começam no dia 7 de agosto.

TOPA
Criado pelo Governo da Bahia, em 2007, o Programa Todos pela Alfabetização já beneficiou mais de 1,4 milhão de pessoas em todo o Estado, graças à parceria com prefeituras municipais, entidades dos movimentos sociais e sindicais e universidades públicas e institutos de Educação sem fins lucrativos.

Formação
Com a proposta de discutir o planejamento geral das formações e definir a sua abrangência, a Coordenação de Projetos Especiais (COPE) está realizando reunião técnica, nesta terça-feira (18), no auditório da Secretaria da Educação do Estado. Participam representantes das unidades formadoras da 10ª etapa do TOPA: Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Instituto Educacional do Recôncavo Baiano (IERB) e Instituto Imborés. A reunião visa, ainda, socializar as situações que ocorreram durante as formações da 9ª etapa e dialogar com as unidades formadoras sobre o processo de formação inicial e continuada dos bolsistas.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou a importância da nova etapa do programa. “A gente está em um processo de reformulação do funcionamento das estruturas e essa é uma delas, uma etapa que estamos completando sempre com a contribuição e a participação de quem está na ponta. O envolvimento desses formadores, a contribuição deles e a pratica ao longo de todos esses anos vão servir muito para aprimorar cada vez mais esse programa exitoso que atingiu marcas significativas e que, além da continuidade, precisamos dar a consequência. Portanto, ninguém melhor do que quem está ponta para nos orientar qual o caminho para que essas pessoas possam ter consequência depois do TOPA”.

“Esta é uma reunião de planejamento com as instituições selecionadas para fazer a formação dos alfabetizadores e dos coordenadores desta etapa do TOPA. Vamos discutir as diretrizes formativas, a abrangência de cada unidade formadora, pois vamos continuar fazendo este trabalho de alfabetização, que é fundamental para o Estado”, explica a coordenadora geral da COPE, Elenir Alves.

Para a coordenadora pedagógica do Instituto Imborés, Ediórgia Cunha, o encontro é muito importante. “Já temos nove anos participando como unidade formadora do TOPA, trabalhando na questão da redução do analfabetismo e é uma satisfação poder colaborar com o processo de transformação social e de mudanças no processo de alfabetização das pessoas”, afirma. Já a coordenadora do Instituto Educacional do Recôncavo Baiano (IERB), Jucenalva Costa, ressalta que “esse alinhamento é muito significativo porque vamos discutir e traçar as nossas metas e reavaliar os trabalhos que já foram realizados e sociabilizar conhecimento”.

20108119_1400437540005705_8589395491863004555_n

Últimos dias de inscrição para cursos do MedioTec na rede estadual

Terminam nesta quinta-feira (20) as inscrições para 2.224 vagas ofertadas ofertas pela Secretaria da Educação do Estado em 31 cursos da nova modalidade de Educação Profissional e Tecnológica: o MedioTec. Esta oferta é dirigida aos estudantes matriculados no 2º ano ou 3º ano do Ensino Médio, que poderão fazer o curso técnico no turno oposto aos quais fazem o ensino regular. As vagas são para 51 municípios e as inscrições, nos diferentes eixos tecnológicos, ocorrerem, exclusivamente, pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

O programa é uma ação do Ministério da Educação, no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O objetivo é proporcionar aos estudantes uma formação profissional e ampliar as chances de inserção no mundo do trabalho, seja com o emprego formal ou por meio do empreendedorismo. Entre os cursos ofertados estão os técnicos em: Agronegócios, Agroecologia, Agroindústria, Administração, Aquicultura, Hospedagem, Guia de Turismo, Teatro, Canto, Dança, Eventos, Cenografia, Instrumento Musical, Agenciamento de Viagem, Pesca, Recursos Pesqueiros, Controle Ambiental, Cozinha, Zootecnia, Computadores, Telecomunicações, Redes de Computadores, Informática, Artesanato, Museologia, Controle Ambiental, Qualidade, Automação Industrial, Produção de Áudio e Vídeo.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio, destaca que o MedioTec “é uma oportunidade para os alunos que, inicialmente, não optaram pela Educação Profissional, terem uma nova chance após um período de amadurecimento. A oferta possibilita que o aluno tenha uma formação do Ensino Médio aliada ao ensino técnico, abrindo mais perspectivas para o mundo do trabalho”, explica.

Inscrições – O processo seletivo inclui sorteio eletrônico, que ocorre no dia 24 de julho, no qual concorrerão todos os inscritos. Para alguns cursos do eixo tecnológico Produção Cultural e Designer, os primeiros classificados no sorteio eletrônico para o número de vagas ofertadas irão fazer um teste de habilidades específicas, no período de 26/7 a 2/08. No mesmo período está programada a matrícula e entrevistas (quando houver) para todos os cursos. Para tanto, os classificados devem se dirigir aos Centros de Educação Profissional e unidades compartilhadas para os quais se inscreveram. É preciso levar o original do Histórico Escolar ou atestado escolar atualizado; originais e cópias da Cédula de Identidade, do CPF e do comprovante de residência.

19894753_1393950393987753_7205457059771303051_n

Últimos dias de matrícula para cursos técnicos na rede estadual

Os interessados em fazer um curso técnico de nível médio na rede estadual têm até segunda-feira (10) para fazer a matrícula. A Secretaria da Educação do Estado está ofertando mais de 9 mil vagas divididas em 30 cursos. Destas vagas, 4.815 são para o Proeja Médio, ou seja, direcionadas para maiores de 18 anos que concluíram o Ensino Fundamental 2 e 4.722 são exclusivas para os estudantes que concorreram ao sorteio eletrônico realizado pela Secretaria da Educação do Estado, no último mês de janeiro, e que estão no cadastro de reserva.
Para o Proeja Médio estão sendo ofertados cursos como os de Técnico em Meio Ambiente, Administração, Segurança do Trabalho, Informática, Química, Análises Clínicas, Eletromecânica, Logística, Agroindústria, Manutenção e Suporte em Informática, Enfermagem, Alimentos e Edificações. Estes cursos têm a duração de dois anos e meio e, para se matricular, o interessado deve se dirigir a um dos Centros de Educação Profissional ou unidades compartilhadas que estejam com ofertas de vagas. Já para a  modalidade PROSUB, os convocados devem se dirigir aos Centros e unidades escolares e apresentar a documentação exigida.
Regime de Alternância
Uma das novidades da oferta é o curso técnico em Agroecologia  para o Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Chapada Diamantina, no município de Wagner; para o CETEP do Campo Milton Santos, em Arataca; para o anexo do CETEP do Extremo Sul, em Teixeira de Freitas; para o anexo do CETEP do Extremo Sul, em Prado, no regime de alternância. Pelo regime de alternância, o estudante passará parte do tempo presencial na unidade escolar e parte na comunidade onde vive. Estas vagas são destinadas, prioritariamente, a pessoas que desenvolvam atividades no campo, tais como: Agricultura, Pecuária, Beneficiamento, Comercialização, Artesanato, Turismo Rural, Agroindústria e ocupações rurais não agrícolas (ORNA), que se inscreveram no sorteio eletrônico, realizado no mês de junho, e que passam por processo seletivo.
Ainda estão sendo ofertadas 35 vagas para a modalidade Proeja Fundamental 1, para o curso de qualificação com Administração, para o CETEP Litoral Sul 2, em Itabuna. Este curso tem duração de dois anos e, com a elevação de escolaridade, o estudante conclui o Ensino Fundamental e pode prosseguir os estudos fazendo um curso técnico de nível médio.
Matrícula
Para a matrícula, os interessados devem se dirigir à unidade que desejam realizar o curso, portando RG (original e cópia), CPF (original e cópia), comprovante de residência (original e cópia) e Histórico Escolar (original).
19748609_1390201281029331_7432917872534957861_n

Secretaria cadastra grafiteiros para intervenções artísticas nas escolas estaduais

A Secretaria da Educação do Estado está realizando, até o dia 25/7, o cadastramento de grafiteiros para participarem do projeto de arte-educação #Grafitaê: escola conta e pinta sua história. Por meio do projeto, os estudantes realizam intervenções artísticas no ambiente escolar, dialogando com a cultura urbana, a exemplo do grafite, com a discussão de temas transversais e relacionados ao universo jovem.

A proposta é que a ação chegue a 270 unidades escolares da rede estadual neste ano. Para tanto, o cadastramento auxiliará os diretores escolares no mapeamento e contato dos grafiteiros em todos os 27 Núcleos Territoriais de Educação do Estado. Para se cadastrar é preciso dominar as técnicas do grafite e se habilitar preenchendo o formulário.

Mais sobre #Grafitaê
Lançado no dia 10 de maio, pela Secretaria da Educação do Estado, o #Grafitaê está colorindo as escolas da rede da capital e do interior. Tendo o grafite como principal ferramenta de expressão visual, a iniciativa aborda a temática de forma lúdica, criativa e educativa, envolvendo e desafiando os alunos a participarem de atividades diversas, como rodas de conversas e oficinas de hip-hop, rap, breakdance e grafite, por meio das quais eles produzirão conteúdos pedagógicos.

A ideia é que, através da liberdade de expressão, da criatividade, da interação coletiva e do grafite, os estudantes desenvolvam o sentimento de pertencimento e de identidade. Desta forma, o projeto contribui para valorizar a cultura urbana, fazendo com que o grafite revele a história de vida dos estudantes e da comunidade nos ambientes escolares.

Veja também:

O projeto #GRAFITAÊ, movimento proposto pela Secretaria da Educação do Estado, tem transformado as escolas da rede estadual de ensino. Através do grafite, os alunos expressam com arte o que aprendem em sala de aula, nas diversas áreas do conhecimento. A iniciativa abrange 270 unidades escolares na Bahia, como o Colégio Estadual Helena Matheus, localizado no bairro de São Cristóvão, em Salvador.

“A proposta é a cara da nossa escola: tentar transformar os nossos espaços e as nossas paredes, trazendo a realidade e o pensar do aluno para ser registrado através da arte”, explica Liliane Fonseca, diretora do Colégio Helena Matheus. Para a estudante Beatriz Matos, o grafite é uma forma de mostrar habilidade e passar “a mensagem de que estamos renovando o colégio”.

O #GRAFITAÊ propõe colorir as paredes das escolas com a linguagem da arte urbana, grafite e suas diferentes dimensões, com a valorização de temas de cotidiano dos estudantes, como racismo, gênero, sexualidade, empreendedorismo, tecnologias, redes sociais e empoderamento juvenil.

19732011_1389331791116280_493008699329128038_n

Programa EMITec em Conjunto Penal de Serrinha concorre ao 14º Prêmio Innovare

O programa de Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec), desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, foi selecionado para a terceira fase do 14º Prêmio Innovare, na categoria Justiça e Cidadania. A iniciativa “Educação com Intermediação Tecnológica em Unidade Prisional: um direito garantido no Conjunto Penal do município de Serrinha, Bahia, Brasil” apresenta o trabalho de ressocialização promovido com a formação de 130 apenados com o Ensino Médio.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre o papel que o EMITec desenvolve para a inclusão dos estudantes no Estado, beneficiando aqueles que, historicamente, não tiveram acesso à Educação. “O EMITec é uma modalidade que chega aos lugares mais longínquos da Bahia, permitindo que os estudantes que moram na zona rural e em distritos concluam o Ensino Médio e teve esta experiência exitosa na unidade prisional de Serrinha”, afirma, ao destacar “que a Secretaria está buscando aprimorar, ainda mais, este projeto que já beneficia mais de 21 mil estudantes, em 150 municípios baianos”.

A ação no Conjunto Penal de Serrinha foi iniciada em 2011. A metodologia aplicada junto aos apenados é a mesma utilizada para todos os estudantes beneficiados pelo programa. “Os apenados passaram por uma formação feita pelos professores da rede estadual de ensino, com transmissão ao vivo, direto dos estúdios de televisão no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, com o suporte de um monitor nas aulas, onde estão os alunos para que eles possam questionar e tirar dúvidas”, destacou a coordenadora do EMITec, Letícia Machado, ao ressaltar que o programa “representa uma grande oportunidade aos apenados em melhorar a educação como forma de ressocialização. Estamos bastante satisfeitos com os resultados”, comemora.

Como funciona – A dinâmica do EMITec é estruturada de forma que o estudante da rede estadual, que cursa o Ensino Médio nestas localidades, esteja, de fato, dentro de uma sala de aula, com todos os recursos que o espaço pode oferecer. Desta forma, as aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, e ministradas por professores da rede estadual, que contam, no estúdio, com a presença de outro docente da rede para apoio e subsídios, já que as aulas são ao vivo. Nas telessalas, os alunos contam com a presença de professores mediadores, que fazem a interlocução de dúvidas para os professores em estúdio e aplicam as avaliações, que são por área e interdisciplinares. A comunicação também é realizada via chat.
Os conteúdos são veiculados por meio de uma moderna plataforma de telecomunicações, por meio de solução tecnológica desenvolvida especialmente para o programa, que inclui possibilidades de videoconferência e acesso simultâneo à comunicação interativa entre usuários, empregando IP (Internet Protocol), por satélite VSAT (Very Small Aperture Terminal). Após as aulas, os vídeos são editados e disponibilizados no endereço eletrônico http://emitec.educacao.ba.gov.br/, que também oferece material didático de apoio.

Premiações - O resultado positivo do EMITec tornou a iniciativa um exemplo para diversos Estados do país, como o Piauí e Sergipe. Em 2013, o projeto foi certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil, e, em 2012, recebeu o prêmio de Excelência Abed Pearson em EaD, na categoria inovação. Em 2014, o projeto foi selecionado como um dos semifinalistas do desafio Tecnologia é Ponte: diminuindo distâncias na educação, entre 101 projetos inscritos.

Prêmio Innovare – O Prêmio Innovare tem como objetivo o reconhecimento e a disseminação de práticas transformadoras que se desenvolvem no interior do sistema de justiça do Brasil, independentemente de alterações legislativas. Mais do que reconhecer, o Innovare busca identificar ações concretas que signifiquem transformações relevantes em antigas e consolidadas rotinas e que possam servir de exemplos a serem implantados em outros locais. Os premiados da 14º Prêmio Innovare serão conhecidos em dezembro, durante cerimônia no Supremo Tribunal Federal, em Brasília.

19758421_1238650959577209_1012615581_n

Secretaria da Educação matricula para mais de 9 mil vagas para a Educação Profissional

A Secretaria da Educação do Estado realiza, de 5 a 10 de julho, a matrícula para cursos técnicos de Ensino Médio nas formas de articulação/modalidades Proeja Médio e Subsequente (PROSUB). Também há vagas para o Proeja Fundamental 1. No total são  9.572 vagas divididas em 30 cursos ofertados em Centros Estaduais, Territoriais e unidades compartilhadas da rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica, localizados nos 27 Territórios de Identidade da Bahia.
Do total de vagas, 4.815 são para o Proeja Médio, ou seja, direcionadas para maiores de 18 anos que concluíram o Ensino Fundamental 2. Para esta forma de articulação, estão sendo ofertados 25 cursos, dentre os quais os de Técnico em Meio Ambiente, Administração, Segurança do Trabalho, Informática, Química, Análises Clínicas, Eletromecânica, Logística, Agroindústria, Manutenção e Suporte em Informática, Enfermagem, Alimentos e Edificações. Estes cursos têm a duração de dois anos e meio e, para se matricular, o interessado deve se dirigir a um dos Centros de Educação Profissional ou unidades compartilhadas que estejam com ofertas de vagas.
Para a modalidade PROSUB, ou seja, as 4.722 vagas são exclusivas para os estudantes que concorreram ao sorteio eletrônico realizado pela Secretaria da Educação do Estado, no último mês de janeiro, e que estão no cadastro de reserva. A convocação já está sendo feia pelos Centros e unidades escolares e os estudantes têm até o dia 10 de julho para apresentar a documentação exigida.
Matrícula
Para a matrícula, os interessados devem se dirigir à unidade que desejam realizar o curso, portando RG (original e cópia), CPF (original e cópia), comprovante de residência (original e cópia) e Histórico Escolar (original).
19702092_1388054797910646_6810814061498523930_n

MEC oferta 500 mil vagas gratuitas para cursos a distância

O Ministério da Educação abriu inscrições para 500 mil vagas gratuitas em cursos de qualificação profissional na modalidade a distância dentro do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec Oferta Voluntária. Os interessados têm até o dia 5 de julho para se candidatar em um dos mais de 80 cursos oferecidos.

“O Pronatec Oferta Voluntária é tanto para quem está no ensino médio como para quem já concluiu ou até para quem já está no mercado e quer uma qualificação complementar”, explica o diretor de Articulação e Expansão das Redes de Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), Geraldo Andrade de Oliveira.

O programa é uma iniciativa do MEC para ampliar a oferta gratuita de formação profissional. A idade mínima para participar é de 15 anos. Segundo Geraldo, os cursos atendem uma demanda por cursos mais rápidos para ingresso no mercado de trabalho. “É uma especialização de prazo mais curto. Com alguns meses de qualificação, aquele profissional já se torna apto a entrar no mercado”, ressalta.

O diretor destaca que ainda este ano serão ofertadas mais vagas dentro do programa: pelo menos 500 mil em agosto e outras 500 mil em outubro, além das que serão abertas em 2018. “Nós conseguimos capitalizar mais de 2 milhões de vagas gratuitas. A maioria é na tecnologia EaD [ensino a distância], o que propicia que essas ofertas cheguem aos lugares mais remotos, mesmo que não haja uma escola presencial”.

Neste momento, são mais de 80 cursos oferecidos por instituições privadas de educação profissional e tecnológica que se candidataram a ofertá-los de forma voluntária. Geraldo ressalta que ainda há muitas vagas abertas. De acordo com o diretor, o curso é o primeiro passo para a profissionalização do trabalhador e também para que ele consiga um certificado que ateste uma qualificação profissional. “Isso abre as portas no mercado de trabalho, tanto para os alunos de ensino médio quanto para a população em geral”.

Os cursos têm duração de 160 horas e são focados em uma área de atuação específica. As aulas serão ministradas de julho a novembro, totalmente on-line.

As inscrições para o Pronatec Oferta Voluntária devem ser feitas no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec).

Fonte: http://portal.mec.gov.br/

19657134_1405004966213980_6736043505798810554_n

Dados do Censo Escolar divulgados pelo INEP apontam avanços na Educação na Bahia

Dados do Censo Escolar divulgados  pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), na última terça-feira (20), apontam avanços na educação da Bahia em todas as etapas e níveis da Educação Básica, compostos pelos anos iniciais e anos finais do Ensino Fundamental, e Ensino Médio, de 2007 a 2015. Os indicadores de fluxo escolar da Educação Básica, que avaliam a transição do aluno entre dois anos consecutivos, considerando a promoção, repetência, evasão e migração para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), demonstram que a Bahia avançou 7,6 pontos percentuais na promoção, saindo de uma taxa de 64% em 2007 para 71,6% em 2015, no Ensino Médio. A taxa de evasão foi reduzida em 5,8 pontos percentuais no mesmo período e a repetência caiu em 1,6 pontos percentuais.

Em relação aos anos iniciais do Ensino Fundamental, a taxa de promoção avançou 11,4 pontos percentuais entre 2007 e 2015, quando chegou a 82,5%, e a repetência diminuiu em 8,4 pontos percentuais no mesmo período. Já a taxa de evasão era de 6,7% em 2007 e caiu para 0,6% em 2015. Os dados dos anos finais do Ensino Fundamental também apontam avanços. A taxa de promoção cresceu 6,1 pontos percentuais no período de 2007 a 2015, chegando a 70% em 2015. A repetência caiu 2,1 pontos percentuais e a evasão escolar recuou 6,3 pontos percentuais no mesmo período, chegando a 4,9% em 2015.
Segundo o secretário da Educação, Walter Pinheiro, os resultados demonstram o compromisso do Governo do Estado com a educação pública desde o início da série histórica, em 2007, quando lançou o programa Todos Pela Escola. “Um dos principais objetivos deste programa foi estabelecer um pacto com os municípios, para apoiar a melhoria dos índices no Ensino Fundamental. Continuamos a avançar nesta direção com o Educar Para Transformar, inclusive, firmamos agora em 2017 o pacto já em andamento com 389 municípios”, disse. Ainda de acordo com Pinheiro, “estes dados do INEP são significativos, uma vez que em oito anos a Bahia vem crescendo na promoção dos estudantes e na diminuição da evasão escolar e repetência, resultado de políticas públicas acertadas na área. Claro que ainda precisamos avançar ainda mais, e estamos trabalhando com projetos importantes que vão na direção de dinamizar o ensino”.
O secretário também destaca programas como o de Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (EMITEC), que transmite aulas, via satélite e em tempo real, para todas as telessalas espalhadas por 414 localidades do Estado, para 21.120 alunos, fazem a educação chegar nos locais mais longínquos da Bahia. Além disso, o secretário aponta a reestruturação do eixo pedagógico na rede estadual, projetos de empreendedorismo nas escolas, o apoio aos municípios com a formação de educadores, a ampliação de escolas em tempo integral, incentivo às práticas científicas com o programa Ciência na Escola, dentre outras iniciativas que estão em curso através de parcerias estratégicas com todas as universidades públicas, centros de pesquisa e o Sistema S. Os números inéditos foram revelados durante o “Seminário 10 Anos de Metodologia de Coleta de Dados Individualizada dos Censos Educacionais”, que celebrou uma década da metodologia da pesquisa.

Secretaria da Educação do Estado divulga lista de contemplados para o cursinho Universidade para Todos

A Secretaria da Educação do Estado divulgou, nesta quarta-feira (14), a lista dos estudantes contemplados para o curso Universidade Para Todos (UPT), que é preparatório para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). São ofertadas 16.400 vagas para Salvador e mais 228 localidades da Bahia, nos 27 Territórios de Identidade. A ação é desenvolvida em parceria com as universidades estaduais UNEB, UEFS, UESB e UESC.

A seleção foi feita através das médias de Português e de Matemática que foram lançadas pelos candidatos no ato da inscrição e que serão conferidas no ato da matrícula. A matrícula será realizada entre os dias 3 a 7 de julho, no local e turno que o aluno optou para estudar. Para se matricular, é preciso apresentar cópia e original do CPF, RG, comprovante de residência, além do Histórico Escolar do Ensino Médio e do Ensino Fundamental II. As aulas começam no dia 3 de julho e vão até dezembro de 2017.

O curso é voltado para egressos do Ensino Médio das redes estadual ou municipal do Estado da Bahia e para estudantes das redes públicas estadual ou municipal matriculados, em 2017, nas seguintes situações: 3º ano do Ensino Médio Regular ou suas modalidades correspondes, do 4º ano da Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio ou suas modalidades correspondentes. Todos estes estudantes precisam ter concluído o Ensino Fundamental II (5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes), e a 1ª e 2ª séries do Ensino Médio Regular ou modalidades correspondentes nas redes estadual ou municipal no Estado da Bahia.

Mais sobre o UPT – O UPT oferece aulas regulares, de segunda a sexta-feira, de Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, além de atividades complementares como seminários, oficinas, revisão para o ENEM, aulões, simulados e orientação vocacional. O curso oferece, ainda, material didático, fardamento e isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais aos alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.

Calendário

ATIVIDADE   INÍCIO TÉRMINO
INSCRIÇÃO  01/06/2017 08/06/2017
DIVULGAÇÃO DO RESULTADO  14/06/2017         –
MATRÍCULA  *NO LOCAL E TURNO QUE O ALUNO OPTOU PARA CURSAR 03/07/2017 07/07/2017
INÍCIO DAS AULAS   03/07/2017 15/12/2017

 

Locais de funcionamento no Território do Sisal

http://escolas.educacao.ba.gov.br/sites/default/files/private/midiateca/documentos/2017/locais-de-funcionamento-upt-interior.pdf

Resultados

http://escolas.educacao.ba.gov.br/universidadeparatodos

 

19059579_1365638000152326_117314621285871427_n