Servidor, inscreva-se para o Prêmio Boas Práticas

Estão abertas as inscrições para o Prêmio de Boas Práticas, que reconhece projetos ou iniciativas voltados à melhoria do ambiente de trabalho. Este ano, o Dia Você Servidor será dedicado exclusivamente à nona edição do prêmio por conta da Lei n° 13.716, sancionada no dia 14 de março, que flexibiliza a periodicidade dos prêmios de valorização promovidos pela Secretaria da Administração (Saeb) – o de Boas Práticas e o Servidor Cidadão – que a partir de agora serão realizados alternadamente.
A decisão da Saeb, responsável pelo Dia Você Servidor, em dedicar o evento deste ano ao Prêmio de Boas Práticas, tem como principal objetivo dar maior visibilidade aos servidores que desenvolvem projetos com foco na economicidade, melhoria do trabalho e dos serviços públicos prestados pelo Estado. A ação é promovida pela Saeb, por meio da Diretoria de Valorização e Desenvolvimento de Pessoas (DDE/SRH) e aceita participação de servidores dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além do Ministério Público da Bahia (MP/BA) e Defensoria Pública da Bahia (DPE/BA).

Secretaria da Educação convoca coordenadores pedagógicos para atuação nas escolas

Com o objetivo de fortalecer o eixo pedagógico nas escolas, a Secretaria da Educação do Estado está convocando os coordenadores pedagógicos que estão fora das escolas para retornar às unidades escolares. A decisão foi publicada no Diário Oficial da sexta-feira (21) e faz parte das ações adotadas pela Secretaria para a implantação de uma coordenação pedagógica em cada colégio da rede, até o final de 2017.

“Precisamos cuidar do professor e do mais importante a ser alcançado que é o estudante. A Tecnologia é importante, mas é ferramenta, é acessório. Já a pedagogia não pode ser uma agenda, um livro, um papel. Toda escola com coordenação pedagógica, como propulsor de transformação, é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

http://educadores.educacao.ba.gov.br/sites/default/files/private/midiateca/documentos/2017/revogacao-de-portariaac-1.pdf

http://educadores.educacao.ba.gov.br/sites/default/files/private/midiateca/documentos/2017/anexo-unico-1.pdf

De acordo com a Portaria nº 2675/2017, todos os coordenadores pedagógicos que estejam atuando fora da unidade escolar, com exceção para os educadores investidos em cargo de comissão, devem formalizar requerimento de remoção até o dia 3 de maio, manifestando opções pelas escolas disponíveis e indicadas pela Secretaria para a atuação. Os coordenadores pedagógicos devem protocolar o requerimento na sede do Núcleo Territorial de Educação (NTE) de seu exercício, onde indicará três unidades e os municípios de interesse para a remoção.

Para os preenchimentos das vagas serão observados critérios de classificação presentes na Portaria nº 2675/2017. É importante ressaltar que a remoção independe de autorização ou conhecimento do superior hierárquico da unidade e os casos de omissão serão resolvidos pela Superintendência de Recursos Humanos da Secretaria da Educação do Estado.

escola2

Estudantes de Valente desenvolvem projeto que estimula ações sustentáveis

Qual a relação econômica, política e cultural da sociedade com o Meio Ambiente? A questão, debatida em sala de aula, é o ponto de partida para o projeto “Sociologia em Ação: Sociedade e Meio Ambiente”, desenvolvido por  estudantes do 3º ano do Colégio Estadual César Borges, em Valente (a 238 km de Salvador), no Nordeste da Bahia. Com o projeto, os estudantes abordam a relação do homem com a natureza e a necessidade da adoção de atitudes sustentáveis no cotidiano, socializando os conhecimentos com a comunidade escolar por meio de distintas linguagens, a exemplo do teatro.

O estudante Adenilton Araújo, 16 anos, fala que o envolvimento no projeto despertou sua consciência e o interesse pela temática. “O projeto é um incentivo incrível e uma experiência muito interessante, porque trabalhamos os problemas ligados, por exemplo, à poluição atmosférica, aquática e terrestre e ao desmatamento. Não só apontamos a problemática, como trazemos soluções, como o reflorestamento feito pelas empresas, que teriam que plantar duas árvores para cada uma derrubada. É um projeto, realmente, muito interessante que mostra que a relação do ser humano com o Meio Ambiente varia de acordo com o momento histórico e o contexto cultural em que vivemos”.
A colega Irgne dos Santos, 17 anos, também destaca a importância do projeto e a participação de toda a comunidade escolar. “Esse trabalho é muito interessante e necessário porque nos desperta para a necessidade de evitarmos ações que destroem o Meio Ambiente e trazem sérias consequências para o ser humano, a flora e a fauna. O que mais me chamou a atenção no projeto é que existem soluções para problemas ambientais, como poluição e desmatamento”, reflete.
Temas como crise alimentar e sustentabilidade; globalização e produção de alimentos; valorização da Agricultura Familiar; Chico Mendes e a luta dos seringueiros; Reforma Agrária e legislação ambiental (Lei nº 6938/81) serviram de base para as discussões entre as duas turmas de 3º ano da unidade escolar e a professora de Sociologia e Língua Inglesa, Suzete Lopes.
A educadora explica que o projeto “Sociologia em Ação: Sociedade e Meio Ambiente” contribui para que os estudantes compreendam os aspectos sociais dos conflitos ambientais. “Os conflitos ambientais surgem a partir da relação econômica, política e cultural da sociedade capitalista com o Meio Ambiente, que se desenvolvem entre a expectativa de lucro do agronegócio e as ações estatais para promover distribuição de alimentos”, pontua.
nte04

Ouvidoria da Educação fortalece diálogo e controle social nas escolas

A Ouvidoria da Educação é um canal de comunicação entre a Secretaria da Educação do Estado e o cidadão. A proposta do órgão é estreitar o diálogo com a comunidade escolar, fortalecer a democracia participativa e o controle social nas escolas. A Ouvidoria pode ser acionada pelo Portal da Educação, pelo email (ouvidoria@educacao.ba.gov.br), pelos telefones 0800 284 0011 ou 162, ou, ainda, diretamente na sede do órgão, no SAC Educação, localizado no Instituto de Cacau, no Comércio, em Salvador.

Neste primeiro trimestre, a Ouvidoria da Educação registrou 3.138 demandas. Destas, 2.763 já foram concluídas, um percentual de 87,9% de devolutiva, sendo que 38,7% foram respondidos em até cinco dias úteis, a partir de consultas aos diversos órgãos demandados. “Esse índice de resolubilidade mostra o grau de eficácia de atuação da Ouvidoria, que conta com o apoio de técnicos responsáveis por analisar o conteúdo recebido e encaminhar para setores competentes, para que as respostas sejam dadas com a maior brevidade possível. O resultado é obtido através do comparativo entre os registros realizados e finalizados, derivando desta equação o percentual de qualidade da Ouvidoria” explica o ouvidor da Educação, Francisco Neto.

A Ouvidoria assume a gestão e a operacionalização efetiva da Lei de Acesso a Informação (LAI), respondendo as demandas, bem como proporcionando orientações sobre sua implementação para os diversos setores. No primeiro trimestre deste ano, dos assuntos mais demandados no que se refere aos pedidos de informação, os principais foram: concessão de benefícios (12,3%), andamento de processos (11,9%), seleção pública (5,4%) e informações sobre qualificação profissional (4,2%). “Aposentadoria é uma das maiores demandas recebidas, com 21,4%, referente ao assunto Andamento de Processo”, aponta Francisco.

Outro foco de atuação da Ouvidoria da Educação é o Atendimento ao Cidadão, com recebimento e resolução das manifestações, bem como elogios, denúncias, solicitações, reclamações, sugestões e informações. No quesito elogios, o atendimento do SAC Educação foi o setor que mais recebeu elogios no primeiro trimestre/2017.

Na escola
Outra ação do órgão é o projeto Ouvidoria vai à Escola, criado em 2013, por meio do qual uma equipe da Secretaria da Educação se instala por um dia em uma unidade da rede estadual na capital ou interior para ouvir a comunidade. Até agora, já foram visitadas 660 escolas, com a proposta de divulgar os canais de acesso à informação, estimular o exercício da cidadania, acolher dúvidas, críticas e sugestões dos estudantes, nas próprias unidades escolares.
17884625_1308470622535731_7262464922861348260_n

Educadores e gestores da rede estadual têm até dia 30 para participar do Formacenso

Professores, coordenadores pedagógicos e gestores das unidades escolares da rede estadual de ensino têm até o dia 30 de abril para participar do Censo da Formação dos Profissionais da Educação Básica (Formacenso). A iniciativa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, realizada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), busca valorizar os profissionais da educação básica, promovendo uma consulta sobre o interesse de participação em processos de formação, com o objetivo de subsidiar a oferta de cursos a serem realizados pelo IAT. O formulário será online e está disponível no endereço formacenso.educacao.ba.gov.br.

De acordo com o diretor-geral do IAT, Severiano Alves, o Formacenso é o primeiro passo para a execução do Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica, proposto pelo Instituto em articulação com a Superintendência de Políticas para a Educação Básica (Suped). “Precisamos ter um levantamento da real necessidade da rede estadual e, também, dos desejos dos educadores e gestores para o seu plano de carreira. Com a demanda dos profissionais nas mãos, podemos planejar e ofertar cursos de formação continuada”, afirmou Severiano.

A diretora de Formação e Experimentação Educacional, Daday Sales, ressaltou a importância do Formacenso para o processo formativo dos educadores. “Para as ofertas de formação continuada é preciso considerar a formação, a atuação e o interesse dos profissionais que serão atendidos. Com o Formacenso, teremos essas informações atualizadas, o que nos dará melhores condições de planejar a atualização da formação acadêmica, aperfeiçoamento profissional e pedagógico. A Secretaria, por meio do IAT, poderá, dessa forma, promover ofertas que vão ao encontro das expectativas e das necessidades de formação continuada de sua rede e são significativas para os seus profissionais, na perspectiva de assim melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem”, disse Daday.

Plano de Formação dos Profissionais da Educação
O Plano de Formação tem como objetivo contribuir com o cumprimento da meta 16 dos planos nacional e estadual de educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e o decreto Nº 8.752, que trata da Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, garantindo a melhoria da qualidade da educação básica. O Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica contempla três programas, interdependente e complementares: o de Formação e Desenvolvimento dos profissionais da educação, o de Tecnologias e Mídias Educacionais e o de Pesquisa Inovação Pedagógica, todos desenvolvidos pelo Instituto Anísio Teixeira.

fmc-a3-v4

Secretaria lança premiação para estimular a iniciação científica nas escolas estaduais

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia abriu, nesta segunda-feira (3), inscrições para premiar trabalhos de iniciação científica dos estudantes da rede estadual de ensino. A iniciativa, promovida pelo Programa Ciência na Escola (PCE), tem o objetivo de fomentar a produção científica nas diversas linguagens, a partir dos livros “Bahia, Brasil: espaço, ambiente e cultura” e “Bahia, Brasil: vida, natureza e sociedade”.
Os livros foram editados pela Secretaria e distribuídos para estudantes atendidos pelo projeto. O conteúdo é organizado de forma integrada, georreferenciado na realidade baiana, e apresenta conhecimentos das diversas áreas, como Biologia, Geografia, Química, Física e História. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a iniciativa. “O Programa coloca a Ciência, a Inovação e o Empreendedorismo dentro das salas de aula. Portanto, esta premiação é mais uma ação para fortalecer o eixo pedagógico nas nossas escolas e fazer com que os nossos estudantes usem da criatividade e sejam estimulados para a iniciação científica”, destacou.
Os orientadores podem inscrever os trabalhos no período de 5 de abril a 2 de junho, por meio de um formulário disponível no Portal da Educação. Os trabalhos devem ser encaminhados para o e-mail ciencianaescola@educacao.ba.gov.br, juntamente com o formulário. O resultado dos finalistas será divulgado no dia 20 de julho.
Serão aceitos trabalhos de autoria de um estudante, orientado por um professor, na forma de fotografia, cordel, vídeo (3 a 5 minutos), grafite e história em quadrinhos, retratando temas que levem em conta critérios como aplicabilidade, relevância social e científica. O material deve ser seguido de um relato de experiência, apresentando os objetivos e motivação da escolha do tema. O documento deve ser enviado em formato PDF e assinado pelo professor orientador e pelo estudante.
Premiação – Os estudantes vencedores serão contemplados com prêmios distribuídos da seguinte forma: o primeiro colocado será credenciado para a Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA) e receberá um smartphone. Aqueles que ficarem do segundo ao quinto lugar, além da credencial para a FECIBA, irão ganhar um tablet. A solenidade de premiação, com a entrega dos prêmios e certificados de participação, acontecerá no dia 14 de agosto, data do aniversário de cinco anos do Programa Ciência na Escola.

Mais Futuro entra na última semana de inscrições para universitários

Os estudantes das quatro universidades estaduais interessados em participar do novo programa do Governo do Estado, o Mais Futuro, devem ficar atentos, pois termina na próxima sexta-feira (31) o prazo para inscrição pelo site. São oferecidos estágio e auxílio permanência para estudantes de baixa renda participantes do CadÚnico. O auxílio terá valor de R$ 300 ou R$ 600 mensais.

O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo é para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso.

No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado. Os estudantes que já estão na fase final do curso e atendem os critérios também podem ingressar no programa, já na fase do estágio.

Fonte: Secom

programa-mais-futuro0

Estudantes do Território do Sisal apresentam projeto na maior Feira de Ciências e Engenharia do país

As estudantes da rede Estadual do município de Valente, estão participando da 15º mostra de projetos da Feira Brasileira de Ciências e Tecnologia – FEBRACE que teve inicio hoje (20) e vai até o dia 27/03 na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). As produções serão compartilhadas com outros estudantes e profissionais das áreas das Ciências e Engenharia de diferentes regiões do Brasil. A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista e à cultura investigativa, que vem, desde 2003, descobrindo novos talentos, gerando oportunidades de inovação e empreendedorismo no Brasil.

Dentre os Projetos selecionados está o “Voice Amplifier: Amplificador de voz de baixo custo, para professores da rede pública de ensino”, feito a partir de sucatas de diversos aparelhos eletrônicos, utilizados como base para a criação de um sistema de transmissão da voz do professor, via frequência de FM com ondas de curto alcance. O amplificador aumenta o sinal vocal e, ao mesmo tempo, permite a mobilidade necessária do docente no ambiente da sala de aula, assim, evitando problemas futuros como nódulos, pólipos, úlceras, laringite, paralisia das cordas vocais e outras disfonias ocupacionais. O projeto foi desenvolvido pelas estudantes Ilana Macêdo de Jesus e Laíce Araújo Lopes, do Colégio Estadual Cesar Borges do município de Valente, com orientação da professora Cristiane Maria de Freitas Ribeiro e coorientador Glaibson Santos Oliveira.

febrace

Terminam hoje (13) as inscrições para processo seletivo da Educação

Terminam hoje (13/3), o período de inscrições para o processo Seletivo Simplificado para contratação de pessoal, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), para as funções de professor da Educação Profissional e de preceptor de estágio de Enfermagem das unidades escolares da rede estadual, conforme edital nº 006/2017.

Também hoje terminam as inscrição para o processo seletivo, via REDA, para as funções de apoio administrativo, técnico pedagógico a discentes com deficiência das unidades escolares, relacionadas ao edital Nº 007/2017 e para a função de professor para vagas temporárias decorrentes dos afastamentos dos professores titulares das unidades escolares, conforme o edital nº 008/2017.

Das vagas

São ofertadas 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.

16864158_1260649763984484_5830180450708076133_n

Secretaria divulga diretrizes para eleição dos colegiados escolares

As escolas da rede pública estadual de ensino já podem iniciar a mobilização dos membros da comunidade escolar para participar da gestão da escola. Trata-se da eleição do Colegiado Escolar biênio 2017/2019, que será realizada nas escolas, no período de 8 a 12 de maio. Nesta quinta-feira (8/3), foram divulgadas no Diário Oficial do Estado, as diretrizes e os procedimentos básicos para o processo eletivo do Colegiado Escolar nas unidades de ensino.

O Colegiado Escolar tem a função de promover a participação e acompanhamento das ações pedagógicas, administrativas e financeiras da escola. Ele é composto pelo diretor da escola e representantes de professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis.

De acordo com a Coordenadora de Articulação dos Núcleos Territoriais de Educação da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Andréa Liger, em relação aos familiares, para participar do colegiado, os interessados devem entrar em contato com a direção da escola e se informar sobre os procedimentos. “Já estamos preparando a equipe técnica que vai realizar a formação dos gestores escolares, por meio de encontros, em todos os NTEs, com o objetivo de formar as Comissões Eleitorais Escolares”, destaca.

A coordenadora também informa que, a partir dessa formação com os gestores das unidades de ensino, serão realizadas as atividades nas escolas para a eleição. “A importância dessa ação é a possibilidade que toda a comunidade escolar tem de se fazer representada nos processos decisórios da escola e a possibilidade de colaborar para a melhoria da qualidade da escola pública”, conclui a coordenadora.

colegiado-nova